7 receitas de bolo podre deliciosas e que não vão ao forno

Feito com tapioca granulada e coco, o bolo podre é delicioso. Além disso, ele conta com uma lista de ingredientes bem curtinha. Por causa disso, não há desculpa para não testar essa delícia em casa.

Para melhorar ainda mais, esse é um tipo de bolo que não vai ao forno. Porém, ele deve descansar por um tempo na geladeira antes de ser servido. Se é praticidade que você busca, vale a pena testar uma receita em casa. Escolha a sua na lista abaixo:

1. Bolo podre sem forno

pssst... um pequeno à parte...

Neste diretório de artigos vai encontrar certamente o conteúdo que procura! A nossa equipa empenha-se diáriamente para procurar conteúdo relevante e publicar neste diretório sobre todas as temáticas possíveis e a nossa única fonte de receita é através dos cliques na publicidade que vai encontrar ao longo do artigo.

Obrigado pela sua visita e compreensão, boa leitura!

Para fazer essa receita, você deve misturar tapioca, leite, leite de coco, açúcar, coco ralado, leite condensado. Depois, coloque o creme em uma forma untada com manteiga. Para finalizar, basta esperar o bolo descansar por 1 hora na geladeira. Fácil né?

2. Bolo podre com açúcar

Feita com os mesmos ingredientes da opção anterior, aqui, as quantidades são diferentes. Além disso, a sugestão é primeiro misturar leite morno, coco ralado, leite de coco, açúcar e leite condensado. Só depois a tapioca granulada deve ser incorporada. Já a sugestão de tempo de geladeira é entre 1h30 e 2 horas.

3. Bolo podre com baunilha

Além dos ingredientes das opções anteriores, essa receita também conta com extrato de baunilha e sal. Outra diferença é que os ingredientes são misturados e levados ao fogo. Para que o sabor fique ainda melhor, uma calda de leite condensado e leite de coco também entra em cena.

4. Bolo podre com flor de sal

Aqui, o primeiro passo é misturar a tapioca com o coco ralado. Essa combinação deve ir para uma forma. Já o leite de coco, o leite, a flor de sal e o açúcar devem ser aquecidos. Quando essa segunda mistura estiver pronta, ela também deve ser colocada na forma. Depois disso, é só esperar que o bolo gele por 4 horas.

5. Bolo podre quatro leites

A massa desse bolo não foge do tradicional. A diferença dessa receita está na calda. Ela é feita com leite de coco, leite condensado, leite em pó, creme de leite e coco ralado. Para quem busca uma opção bem cremosa, essa pode ser uma boa alternativa.

6. Bolo podre gelado

Aqui, você deve levar ao fogo leite, leite de coco, leite condensado e extrato de baunilha até ferver. Enquanto isso, misture a tapioca com o coco ralado. Então, basta juntar tudo em um pote e mexer até obter uma textura consistente. Quando isso acontecer, coloque o creme em uma forma e leve à geladeira por 3 horas.

7. Bolo podre delicioso

Nessa receita, todos os ingredientes são misturados em uma tigela. Depois disso, a massa deve ser colocada em uma forma untada com manteiga. O tempo de geladeira é de aproximadamente 30 minutos. Rápida e prática, essa opção pode te conquistar!

Fazer o bolo podre em casa é fácil. O difícil mesmo é comer apenas um pedaço. Então, você já conseguiu escolher qual receita vai testar em primeiro? Ah, e se você adora esse ingrediente obtido através da mandioca, confira mais receitas com farinha de tapioca.

Autor Convidado

Sou um escritor freelance e nómada digital. Dedico a minha vida a explorar as principais estratégias de marketing. Por cinco anos, tenho partilhado a minha própria experiência a alunos, por forma a ajudá-los a desenvolver novas habilidades. Como viajar é a segunda forma de reconhecer o mundo, fico imensamente feliz em deixar os leitores também felizes com dicas e inovações.

Quem somos

Este será o maior diretorio de artigos DOFOLLOW.

Os objectivos são simples: ajudar qualquer pessoa ou entidade a divulgar o seu negócio através da partilha de conhecimento, ferramentas, serviços e soluções. Colocando em prática uma Estratégia Digital eficiente, capaz de captar audiências.

Assim sendo, queremos não só publicar os seus conteúdos, mas sobretudo continuar a aprender em conjunto com todos os nossos leitores como colaborar para esta mudança digital, estimulando o estudo e aprendizagem das técnicas e recursos da Internet.