12 receitas de comidas indígenas que prometem bastante sabor

Se você estudou história direitinho, sabe que os primeiros habitantes do Brasil foram os índios e, por isso, eles influenciaram bastante a nossa culinária: as comidas indígenas são um dos maiores legados deixados por esses povos. Que tal conhecer alguns pratos típicos das tribos e trazê-los para dentro da sua cozinha? Essas opções prometem bastante sabor!

Em vez de usar a tapioca para fazer um lanche da tarde – que possui um alto índice glicêmico e, portanto, bastante açúcar -, que tal conhecer essa receita de beiju feita com mandioca? Basta ralar o aipim já sem casca, temperar com sal e levar para a frigideira, da mesma maneira que você faria com os grãos de tapioca. Se quiser, incremente o preparo com o recheio de sua preferência.

Que tal preparar uma sobremesa com tapioca? Fácil, gostosa, rápida de fazer e com poucos ingredientes, esse mingau é uma ótima sugestão para matar a vontade de comer doce. Separe tapioca granulada, leite fervente, gemas de ovos, leite de coco, leite em pó desnatado, açúcar demerara, coco ralado e chocolate meio amargo e aproveite!

pssst... um pequeno à parte...

Neste diretório de artigos vai encontrar certamente o conteúdo que procura! A nossa equipa empenha-se diáriamente para procurar conteúdo relevante e publicar neste diretório sobre todas as temáticas possíveis e a nossa única fonte de receita é através dos cliques na publicidade que vai encontrar ao longo do artigo.

Obrigado pela sua visita e compreensão, boa leitura!

Em uma panela quente, coloque a cebola para fritar com azeite de oliva e um tiquinho de cúrcuma. Logo depois, acrescente banana da terra já cozida e amassada, água, pimentão amarelo, pimentão vermelho, tempero verde, leite de coco e azeite de dendê. Quando ferver, desligue o forno, adicione mais um pouco da banana da terra e tempere com sal e coco fresco.

Fazer pamonha não é muito difícil, mas é um processo demorado, então, chame seus amigos e familiares para te ajudar e siga todas as dicas corretamente. Com milho, óleo vegetal, sal e açúcar, é possível preparar essa delícia. Se seguir as quantidades indicadas, a receita rende 7 unidades e custa aproximadamente 15 reais.

A lista de ingredientes dessa receita é um pouco extensa, então, anote: merluza sem espinhas, pimenta-do-reino, sal, dentes de alho, suco de limão, cebolas, pimentão verde, pimentão vermelho, pimentão amarelo, tomates, azeite de dendê, azeite de oliva, leite de coco, salsinha, cebolinha e coentro. Prepare e surpreenda quem você ama!

Para começar, tempere as postas de peixe com limão espremido. Depois, regue uma panela com azeite e monte camadas na seguinte ordem: rodelas de tomate, rodelas de cebola, colorau, peixe, rodelas de banana, rodelas de tomate e rodelas de cebola. Tempere com sal e regue novamente com azeite. Então, tampe a panela e leve ao fogo médio até que o peixe esteja cozido. Por fim, junte as folhas de coentro ou salsinha.

Esse prato é feito à base de farinha de mandioca e carne seca. Para fazê-lo, comece dessalgando e desfiando a carne seca. Em uma panela, aqueça toda a manteiga até ferver e coloque a carne seca para fritar bem. Em seguida, é hora de adicionar a cebola e a farinha de mandioca. O resultado é saboroso, molhadinho e vai deixar todo mundo com água na boca.

O tucupi é um líquido de cor amarela extraído da mandioca brava e muito utilizado na culinária da região Norte do nosso país. Ainda, é um dos protagonistas do famoso prato “pato no tucupi” e, aqui, você vai aprender essa receita. Chicória, pimenta-de-cheiro, alho, cebola, açúcar cristal, pimentão verde, limão, sal, pimenta-do-reino, pato e tucupi são os itens que você vai precisar.

Essa é outra receita que tem o caldo de tucupi como base. Além desse ingrediente, você vai precisar também de camarão, dentes de alho, chicória, pimenta-de-cheiro, manjericão, polvilho azedo, sal e água. O preparo do prato consiste em três etapas: primeiro, faça o caldo de tucupi com chicória; depois, a goma com polvilho; e, por fim, frite ou fervente os camarões com limão e sal.

Tipicamente brasileiro, o pirão é um prato feito com farinha de mandioca e usado para acompanhar carnes, peixes e outras receitas. Em uma panela, aqueça um caldo natural – pode ser da comida que você estiver fazendo – e, aos poucos, vá polvilhando a farinha de mandioca até chegar na consistência desejada. Tempere com sal e sirva com salsinha ou cebolinha.

Para fazer esse bolo de milho delicioso, bata o leite de coco, o óleo, os ovos e o milho no liquidificador. Junte o açúcar, o fubá e o fermento e misture até tudo ficar homogêneo. Também, unte uma forma, disponha a massa e leve ao forno para assar por aproximadamente 40 minutos. Finalize polvilhando açúcar de confeiteiro sobre o bolo.

Que tal preparar seu açaí na tigela em casa? Com polpa da fruta congelada, mel, banana nanica e granola para incrementar, essa receita vai ser um sucesso. É só pulsar a banana e o mel no liquidificador, acrescentar a polpa de açaí, pulsar novamente e servir com granola – ou com qualquer complemento que você quiser.

O Nordeste é uma das regiões mais influenciadas pela comida indígena, então, que tal aprender a preparar também alguns pratos típicos dessa parte do país? Conheça receitas de sarapatel, de aracajé e de bobó de camarão!

Artigos de Interesse:

Autor Convidado

Sou um escritor freelance e nómada digital. Dedico a minha vida a explorar as principais estratégias de marketing. Por cinco anos, tenho partilhado a minha própria experiência a alunos, por forma a ajudá-los a desenvolver novas habilidades. Como viajar é a segunda forma de reconhecer o mundo, fico imensamente feliz em deixar os leitores também felizes com dicas e inovações.

Quem somos

Este será o maior diretorio de artigos DOFOLLOW.

Os objectivos são simples: ajudar qualquer pessoa ou entidade a divulgar o seu negócio através da partilha de conhecimento, ferramentas, serviços e soluções. Colocando em prática uma Estratégia Digital eficiente, capaz de captar audiências.

Assim sendo, queremos não só publicar os seus conteúdos, mas sobretudo continuar a aprender em conjunto com todos os nossos leitores como colaborar para esta mudança digital, estimulando o estudo e aprendizagem das técnicas e recursos da Internet.